segunda-feira, maio 4

Dona Francisquinha - Em: As ervas do campo


Não podia deixar de contar a estória de uma encantadora senhora, a qual tenho admiração.



E aí meu filho, como é que vão as moda? me pergunta a sorridente Francisquinha, minha faxineira-anjo da guarda, que já chega bendizendo a casa: "Pai Nosso pequenino te guie por um bom caminho, sete anjos te acompanhem, sete luzes te iluminem. Nosso Senhor é seu padrinho!"

Amém nós todos! Quando chega Dona Francisquinha até a tristeza pula de alegria!! Isso porque enquanto ela capricha na faxina, também vai esparramando "sugerências", benfazejas: um raminho de margarida ou arruda, por trás da orelha, para espantar os "tristumes" e as mágoas; umas folhinhas de alecrim na água fervente para deixar a cozinha sem cheiros ruins; um chá de folhas de alface borrifado na roupa de cama para melhorar o sono; raminhos de mil-folhas debaixo do travesseiro para atrair sonhos inspiradores.

No dia de hoje, eu lhe pedi um "ramalhete de acolhimento"para todos se sentirem bem dentro da casa. "Só se for agora!", Francisquinha me diz. E reune ramos de camomila (um calmante) melissa (combate o mau estar) mirra ( desperta o dom e libera as mágoas antigas). Para dona Francisca "o que vale para o corpo vale para a alma"! Por isso se planta é um bom cicatrizante do corpo ela também cumpre a função de curar as feridas da alma, irradiando poder através de um belo ramalhete. Se uma erva como hortelã libera os intestinos, para dona Francisquinha ela também abre os caminhos da vida e, para isso pode ser usada na água da faxina. Se um chá (por exemplo de arruda) é inseticida, ela dará um jeito não só nos insetos ruins mas, melhor ainda, nos maus pensamentos, quando esparramado pela casa com pano de chão. Simples assim ...

(texto extraído da Revista Bons Fluidos)

4 comentários:

Kátia Cepeda Rodrigues disse...

Ameiii seu Blog vou voltar + vezes!

lilly disse...

GOSTEI DEMAIS DO SEU BLOG,ADORO DONA FRANCISQUINHA!!!!!!

lilly disse...

Gostei demais do seu blog.adoro dona Francisquinha.

lilly disse...

Gostei muito do seu blog.Vc tem mais historias de dona Francisquinha?????